Eu e a Música, particularmente o Canto: tão recuado no tempo quanto me lembro, sempre adorei cantar. Como sou tímida, era a forma de eu tentar ultrapassar esse obstáculo.

Quando era adolescente, tinha o sonho que sabia irreal de ser cantora (de música ligeira). Claro que, naquela altura, nem pensar em seguir a Música como profissão. Como iria sobreviver? E, mais importante, os meus Pais não deixavam. Mas continuava a cantar para meu prazer, sabia as canções todas que estavam nos tops. Tinha algum conhecimento dos grandes compositores clássicos, mas não era esse o caminho que na altura eu considerasse.

Em meados dos anos 70 do século passado tive a sorte de integrar uma banda de música tradicional, portuguesa e estrangeira. Foi o primeiro passo: aprendi a cantar em harmonia com outros.

Mais tarde, em 1986, integrei um coro de música sacra. Foi uma porta que se abriu! Maravilhei-me com o que se podia fazer com as vozes, o que os grandes Mestres nos oferecem. Cresci em conhecimento. Paralelamente, pertencia a um grupo de fados e canções do banco onde trabalhava. A minha timidez começou a recuar e, ao praticar a Música, tornei-me um ser humano melhor.

Através do coro, do qual ainda faço parte, conheci cantores líricos. Fiquei fascinada, apaixonada, e perguntei-me: “Porque não tentar um curso livre de Canto? Só pelo prazer de cantar melhor” E assim o fiz.

O barítono Pedro Telles foi e é o meu mentor desde sempre. Com os seus ensinamentos e paciência, percorri um caminho, por vezes difícil (pois havia muito a limar) e com muito, mas  muito, a aprender.

O Canto é o meu hobby, que pratico com paixão e lucidez, sempre com o objetivo de melhorar, apenas para meu prazer. E prazer também de quem me ouve, pois Deus agraciou-me com este dom e o Pedro Telles fez-me melhorar

Através do Canto tive o privilégio de conhecer jovens cantores, entre eles o Pedro e a  Marina. Deus sabia o que fazia quando os pôs na minha Vida.

por Filomena Santos, cantora  e amante do Canto e da Música

Nasceu e vive no Porto. Bancária. Estuda Canto (curso livre) com o barítono Pedro Telles. Contralto no Coro de S. Tarcísio desde 1986.