Contact Us

Use the form on the right to contact us.

You can edit the text in this area, and change where the contact form on the right submits to, by entering edit mode using the modes on the bottom right. 

         

123 Street Avenue, City Town, 99999

(123) 555-6789

email@address.com

 

You can set your address, phone number, email and site description in the settings tab.
Link to read me page with more information.

Marina Pacheco & Olga Amaro PT

Marina Pacheco & Olga Amaro

Marina Pacheco & Olga Amaro (soprano & piano) começaram o seu projecto em 2011, estreando-se no dia 1 de Outubro - Dia Mundial da Música - em Ponte de Lima. Durante esse ano o duo actuou em várias salas por todo o país e foi galardoado no Concurso de Canto Lírico da Fundação Rotária Portuguesa - Marina recebeu o 2º Prémio e o Prémio Melhor Interpretação de Canção Portuguesa e Olga o Prémio Melhor Pianista Acompanhador. Foram convidadas a apresentar-se em vários Festivais e criaram diferentes concertos temáticos como “Viagem a Buenos Aires”, “Love Letters”, “Dream in Concert”, “Canções de Lemúria” ou, mais recentemente, “SILHOUETTES”.

Em 2012, iniciaram o seu percurso internacional no Festival de Música de Besalú e no Festival de Música de Tossa de Mar, ambos em Espanha. No ano seguinte lançaram o seu primeiro disco intitulado “Canções de Lemúria”. Em 2016/ 2017 o duo celebrou o seu 5º Aniversário com uma digressão pela Europa, África do Sul e América do Sul, com o apoio da Fundação GDA. O sucesso no Festival de Música CiMa na Colômbia levou a que recebessem o convite para voltar em 2018.

 

Krystallenia Photography.jpg

@ Krystallenia Photography

SILHOUETTES

A imaginação transporta-nos para uma Europa do período entre guerras. A mulher é a personagem principal: um novo estatuto e novas liberdades pautam o conceito de feminismo da época.

Emancipação e irreverência levam a mulher às festas, onde mostra a sua pele, usa carmim e se apaixona sem receios. Consequentemente, amadurece; experiencia a perda e a nostalgia; abraça a ironia e o sarcasmo; e o mistério da vida coloca-a no centro de um universo seu, electrizante! Ela encara a sua  figura com estranheza, depois de percorrer um caminho de construção e desconstrução emocional.

 

 

 

 Teaser (Novembro 2017):

Krystallenia Photography.jpg

@ Krystallenia Photography

LOVE LETTERS

"Silently into the night I go, / Into the starry night of heavenly blue; / What matters where the road may lead / If I but come again at last to you! / Silently, I come to you!" - C. EDWARDS
["Silenciosamente vou pela noite, / Pela noite estrelada de azul celestial; / O que interessa onde a estrada me leva se chegar finalmente a ti! / Silenciosamente, chego a ti!"]

O amor pode ser expressado de diversas formas: a música é uma delas. Marina Pacheco & Olga Amaro partilham o amor pela arte, pelo palco e pela sublimidade que lhes é inerente. Surge, assim, Love Letters: as cartas que todos lêem ou escrevem; as cartas que fazem sorrir e sonhar; as cartas que marcam momentos... As cartas que se guardam para sempre! Quem não gosta de receber uma carta de amor?! Um concerto que se traduz numa mensagem genuína e emocionante!

 Teaser (Novembro 2016):

@ Ricardo Silva Photography

@ Tales of Light Photography

CANÇÕES DE LEMÚRIA

Canções de Lemúria é um projeto abrangente que pretende divulgar a cultura portuguesa. Quatro compositores foram convidados a escrever para Marina Pacheco & Olga Amaro, para a gravação de um disco e apresentação de um espetáculo homónimo.

Eduardo Luís Patriarca, Nuno Jacinto, Osvaldo Fernandes e Paulo Ferreira-Lopes compuseram obras para o duo sobre textos de Valter Hugo Mãe, Paulo José Miranda, Gonçalo M. Tavares e José Luís Peixoto, respetivamente. Estes quatro nomes da literatura portuguesa foram vencedores do Prémio José Saramago, sendo protagonistas de carreiras internacionais de relevo. A par destes nomes, estão também os compositores que desenvolvem igualmente uma carreira com impacto em Portugal e no estrangeiro.

Com a gravação do disco realiza-se a produção de um espetáculo homónimo que conta com a encenação e a presença em palco do ator Pedro Lamares e com a cenografia da artista plástica Manuela Pimentel.

Um projeto especial que nos leva a refletir sobre o mundo e a efemeridade da vida!

Sob a premissa de qualidade que tem regido o percurso de todos os intervenientes, Canções de Lemúria pretende ser um conceito inovador.

 Teaser (Outubro 2013):

António Carlos Matos.JPG

@ Carlos Matos Photography

VIAGEM A BUENOS AIRES

Só se pode ver bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. – escreveu Saint-Exupéry. É desta forma que Viagem a Buenos Aires olha o a música argentina. Sem a pretensão de contar a sua história, sem o delírio de pretender estar lá, estando cá. O espetáculo é uma viagem musical, poética e fotográfica pelo nosso imaginário, partindo de Portugal, com escala em Cabo Verde e no Brasil.

Destino: Buenos Aires, que pode ser qualquer lugar dentro de nós. Daqueles que nos trazem memórias de coisas que não vivemos, pelo menos de forma consciente. Procuramos a “iminência”. A “sugestão”. A “elipse” entre pensar em ir e já lá estar. O “quase” que tantas vezes somos e a “saudade” que dizemos que somos e tantas vezes não sabemos bem de quê…

Um espetáculo cheio de cor, intensidade e entrega, onde o jogo de luzes e imagens cria uma variedade de momentos que captam a atenção do público do início ao fim.