“Todo cambia”  foi a última música deste espectáculo poderoso intitulado “Canções para Revoluções”.

Teve lugar pela primeira vez em 2017 na Praça do Comércio em Lisboa, em Abril. Porque 25 de Abril é o Dia da Liberdade, este concerto foi promovido para assinalar e honrar a data. A performance pretendia apresentar canções revolucionárias de diferentes países e juntou em palco vários cantores da Península Ibérica, de estilos diferentes.

É de facto uma performance poderosa, que convida o público a cantar connosco, uma vez que este reconhece as canções que se tornaram populares nos seus tempos de revolução.

“Todo Cambia” tem uma mensagem muito bonita e cantámo-la todos juntos no final do espectáculo. “Canções para Revoluções” vai sempre trazer memórias especiais e nós desejámos verdadeiramente que se repetisse.

Por isso foi mágico repetir em Maio de 2019 no Parque Urbano do Seixal. Foi um reviver de memórias muito bom. Foi vivido com pleno coração e sorrisos rasgados nos rostos. Arrepiamo-nos cada vez que vamos a palco e sentimos a força destas mensagens, destas letras…

Mas não muda o meu amor

por mais longe que se encontre

nem a memória nem a dor

do meu país e do meu povo

 

O que mudou ontem

terá de mudar amanhã

Tal como eu mudo

nesta terra longínqua

 

Muda, tudo muda” – tradução dos últimos versos de “Todo Cambia”

 

Foi um sentimento muito especial para mim, uma vez que cantei com cantores de diferentes estilos musicais. É maravilhoso fazermos música todos juntos e sem julgamento. Estamos apenas a fazer música o melhor que sabemos e ninguém é mais ou menos. Somos diferentes e estamos a ser únicos. Música é música, independentemente da forma como a interpretamos. Arte é arte, independentemente da nossa perspectiva.

E fomos muito felizes ali! Assim como o foi o público.

2017 & 2019 [José Frade & Pedro A. Santos]

Obrigada a:

Actor e Cantores: André Gago, António Zambujo, Lura, Mário João Alves, Silvia Perez Cruz, Uxia e Vitorino

Maestro: Cesário Costa

Orquestras: Orquestra Metropolitana de Lisboa e Orquestra Sinfonietta de Lisboa e Combo

Coros: Coro Lisboa Cantat e Coro do Maio

Produção: Produtores Associados, José Morais e Luís Varatojo

Organização: Câmara Municipal de Lisboa e Câmara Municipal do Seixal

Um agradecimento especial a todas os envolvidos na produção, staff e cada pessoa que tornou isto possível.

Até à próxima…

por Marina Pacheco

[Fotografia: José Frade]